Concreto Celular Autoclavado

Como Utilizar

Descarga e Armazenamento

Os blocos devem ser descarregados e armazenados bem empilhados (na vertical), em local coberto, seco e ventilado. Importante: Os blocos nu00e3o devem ser aplicados quando estiverem com umidade superior a 15% em volume, ou seja, densidade aparente de massa superior a 580 kg/mu00b3.

Como cortar o Bloco

Os blocos podem ser serrados, furados, escarificados e pregados. Utilizam-se as mesmas ferramentas empregadas em trabalhos com madeiras, reduzindo-se as perdas. A RACER fornece serrote com dentes especiais para este fim.

Argamassa de assentamento

Para melhor acomodar as movimentau00e7u00f5es, utilize argamassa com as seguintes caracteru00edsticas:

  • Trabalhabilidade e coesu00e3o que possibilite o espalhamento para o assentamento de, no mu00ednimo, tru00eas com (1,80m), permitindo que estes estejam corretamente aprumados, nivelados e alinhados.
  • Mu00f3dulo de deformau00e7u00e3o mu00e1xima de 10.000 kg/cmu00b2, determinado a partir de ensaio especu00edfico.
  • Aderu00eancia bloco-argamassa, na flexu00e3o, mu00e9dia mu00ednimas igual a 2 kg/cmu00b2 aos 14 dias de idade. Na ausu00eancia de um trau00e7o especu00edfico, recomenda-se empregar argamassa convencional mista, 1:3:7,5 (cin hidratada u2013 CH1, e areia lavada mu00e9dia), em volume com espessura de 10 a 15 mm. Deve-se dar preferu00eancia ao uso de argamassas industrializadas (ensacadas) desenvolvidas especialmente para o emprego em blocos de CCA.

Elevau00e7u00e3o de alvenaria

Para iniciar a marcau00e7u00e3o do pavimento, deve-se observar:

  • Concretagem do pavimento executada hu00e1 pelo menos 45 dias.
  • u00a0Retirada total do escoramento do pavimento hu00e1 pelo menos 15 dias.
  • Retirada completa do escoramento da laje do pavimento superior.
  • Realizado o nivelamento do pavimento.
    A primeira fiada deveru00e1 ser assentada com a mesma argamassa, utilizando-se duas linhas (topo e base), para o perfeito alinhamento e prumo.

Para iniciar o levante da alvenaria, deve-se observar:

  • Estarem concretadas pelo menos 4 lajes acima do pavimento.
  • Estarem totalmente desformadas 2 lajes acima do pavimento.
  • Deveru00e3o ser assentadas no mu00e1ximo 8 fiadas (2,40 m) por dia, sendo, de preferu00eancia 4 em cada peru00edodo de trabalho do dia.

Fixau00e7u00e3o (encunhamento)

O enchimento do vu00e3o de 3 cm entre a alvenaria e viga ou laje somente deveru00e1 ser executado apu00f3s conclusu00e3o de toda a alvenaria de edificau00e7u00e3o. Caso isso nu00e3o seja possu00edvel, adotar a sequ00fcu00eancia proposta no item 7.4 do Manual Tu00e9cnico.

O enchimento do vu00e3o de 3 cm entre a alvenaria e viga ou laje somente deveru00e1 ser executado apu00f3s conclusu00e3o de toda a alvenaria de edificau00e7u00e3o. Caso isso nu00e3o seja possu00edvel, adotar a sequ00fcu00eancia proposta no item 7.4 do Manual Tu00e9cnico.
Para este enchimento, empregar a argamassa com as seguintes caracteru00edsticas:

  • Mu00f3dulo de deformau00e7u00e3o mu00e1ximo de 8.000 kg/cmu00b2
  • Aderu00eancia bloco-argamassa, na flexu00e3o, mu00e9dia mu00ednima igual a 3 kg/cmu00b2 aos 14 dias de idade (vide item 6.10 do Manual Tu00e9cnico).

Argamassa de revestimento

As paredes internas geralmente nu00e3o necessitam de chapisco para receberem massa u00fanica (tipo paulista). Recomenda-se o trau00e7o 1:2:9 (cimento, cal hidratado da CH1 e areia lavada mu00e9dia), em volume. Para este trau00e7o, e sem o uso de aditivos retentores de u00e1gua, recomenda-se umedecer levemente a parede antes da aplicau00e7u00e3o do embou00e7o. A espessura usualmente empregada u00e9 de 5 a 10 mm. O revestimento externo u00e9 aplicado sobre a superfu00edcie previamente chapiscada. O trau00e7o recomendado u00e9 1:1:6 (cimento, cal hidratada CH1 e areia lavada mu00e9dia), em volume. A espessura recomendada varia entre 25 a 35 mm, aplicada de uma u00fanica vez.

As paredes internas geralmente nu00e3o necessitam de chapisco para receberem massa u00fanica (tipo paulista). Recomenda-se o trau00e7o 1:2:9 (cimento, cal hidratado da CH1 e areia lavada mu00e9dia), em volume. Para este trau00e7o, e sem o uso de aditivos retentores de u00e1gua, recomenda-se umedecer levemente a parede antes da aplicau00e7u00e3o do embou00e7o. A espessura usualmente empregada u00e9 de 5 a 10 mm. O revestimento externo u00e9 aplicado sobre a superfu00edcie previamente chapiscada. O trau00e7o recomendado u00e9 1:1:6 (cimento, cal hidratada CH1 e areia lavada mu00e9dia), em volume. A espessura recomendada varia entre 25 a 35 mm, aplicada de uma u00fanica vez.

Estes trau00e7os su00e3o apenas referu00eancias. As argamassas deveru00e3o ser dosadas considerando-se o desempenho esperado e as caracteru00edsticas dos materiais locais (vide capu00edtulo 2 do manual tu00e9cnico).

Tubulau00e7u00f5es elu00e9tricas e hidru00e1ulicas

Para sulcar as paredes de Concreto Celular Autoclavado, use o rasgador manual (fornecido) ou elu00e9trico, evitando o emprego de marreta e talhadeira.

WhatsApp chat